Brasil 1 X 1 Equador Jornal do Futebol / Revista Esporte Brasil


Árbitro rouba a cena em Equador x Brasil com duas expulsões para Alisson e 111 minutos de jogo

Colombiano Wilmar Roldán vai quatro vezes ao monitor do VAR, muda decisão inicial em todas elas e causa muita confusão no empate da Seleção em Quito

Pode um goleiro ser expulso duas vezes em um jogo e seguir até o fim? Pode. Pode um jogo ter 111 minutos no total? Claro. Pode dois pênaltis serem marcados e anulados na mesma partida? Mas é claro. Tudo isso aconteceu no empate por 1 a 1 entre Equador e Brasil nesta quinta-feira, em Quito, com a arbitragem do colombiano Wilmar Roldán.

O juizão roubou a cena no Casa Blanca. Roldán foi quatro vezes chamado pelo árbitro de vídeo para rever lances no monitor do VAR e, em todas elas, mudou a sua decisão inicial.

Foram cerca de 25 minutos de paralisação nas quatro vezes somadas. Sempre com muita discussão e confusão com os jogadores. Ele deu nove minutos de acréscimos no primeiro tempo e 11 no segundo.

Em lance semelhante à expulsão de Domínguez, o brasileiro elevou demais a perna em disputa com Enner Valencia e atingiu o atacante rival. No entanto, Alisson acertou a bola antes e estava de lado. Roldán, de imediato, marcou a falta e expulsou o goleiro da Seleção. Após sete minutos de muita conversa e revisão no VAR, o árbitro anulou o vermelho e deu amarelo para o brasileiro.

www.revista.esp.br

jornaldofutebol.com.br

Jornal do Futebol

www.jornaldofutebol.com.br

Revista Esporte Brasil

www.revista.esp.br

11 99923-2580

redação

web@jornal.tv

BRASIL




0 visualização0 comentário