Helicóptero cai e mata dois homens na zona Rural de Boa Vista, Morreram o piloto Agnaldo Pereira


Helicóptero cai e mata dois homens na zona Rural de Boa Vista

Morreram o piloto Agnaldo Pereira da Costa, de 55 anos, e o passageiro que estava com ele, Vilmar Carpinski, de 47 anos. Queda foi na manhã desta terça-feira (12) na região do Água Boa.

O piloto Agnaldo Pereira da Costa, de 55 anos, e o passageiro Vilmar Carpinski, de 47 anos, morreram numa queda de helicóptero na zona rural de Boa Vista nesta terça-feira 12.07.2022. na parte da manhã

O acidente foi na área de uma chácara, região do Água Boa. A Polícia Rodoviária Federal e Bombeiros estão no local.

O helicóptero bateu na linha de transmissão de alta tensão energia por volta das 6h50. Vizinhos à chácara onde ocorreu o acidente relataram terem ouvido um barulho muito alto e, quando notaram, o helicóptero havia caído.

Com a colisão do helicóptero nos fios, oito municípios atendidos pelo eixo Sul ficaram sem energia: Mucajaí, Caracaraí, Iracema, Rorainópolis, São Luiz, São João da Baliza, Caroebe e Cantá.

A informação foi divulgada pela Roraima Energia, empresa responsável pelo fornecimento elétrico do estado.



Em nota, o Corpo de Bombeiros informou que foi acionado pela PRF porque havia grande quantidade de combustível no local e era necessário apoio do caminhão de combate a incêndios.

O local onde o helicóptero caiu fica distante cerca de 5 quilômetros do posto de fiscalização da PRF no Água Boa. Agente devem ficar no local até a chegada da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).



Os corpos das vítimas foram levados para o Instituto Médico Legal, onde foram identificados e passam por exames de necrópsia para diagnosticar a causa da morte.

A Força Área Brasileira (FAB) informou que o acidente é apurado pelo Sétimo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa VII), órgão que fica em Manaus (AM) e é ligado ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

"A conclusão das investigações terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade de cada ocorrência e, ainda, da necessidade de descobrir os possíveis fatores contribuintes", pontuou a FAB.

Ainda não há informações sobre a origem da decolagem e o local de destino da aeronave.

Jornal TV

jornal.tv

Jornal WhatsApp

11 99923-2580

brasil@jornal.net.br

Redação

BRASIL





0 visualização0 comentário