Menino de três anos morre depois de ficar com prego no pulmão; família relata negligência ao Cauan





Menino de três anos morre depois de ficar com prego no pulmão; família relata negligência

Cauan Araújo Conceição, 3, morreu depois de passar um ano com um prego no pulmão. Os pais do garoto alegaram que o levaram diversas vezes para um hospital. Então eles resolveram custear um exame de raio-X, que descobriu o objeto no corpo do menino. O caso ocorreu em Canavieiras - BA.

A mãe do menino, Clarice Araújo, e o pai, Cosme Conceição, perceberam em junho de 2021 que o menino havia engolido um objeto, mas, no momento, não conseguiram identificar o que foi.

Nesse momento, o pai levou Cauan para o Hospital Municipal de Canavieiras - BA

“Naquela noite, eu senti que ele estava engasgado, saiu até sangue da boquinha dele. Aí, imediatamente, eu levei para o hospital, na mesma noite.

Chegando lá no hospital, o médico olhou e falou que não tinha nada na garganta da criança. Aí a gente voltou”, relatou.

Com o agravamento dos sintomas, o menino foi levado outras diversas vezes para o hospital.

“Ele ficava sentindo febre e tossindo demais.

De um tempo para cá, a dor foi começando a chegar.

Uma dor do lado direito dele, que ele ficava andando torto, de lado.

A gente sempre levando no hospital, e ele só davam medicamento.

Aí quando o efeito do medicamento passava, a dor e a febre continuavam vindo”, disse Clarice.

Lamentável a perda do menino um RAIO X já salvaria o menino e uma cirurgia para retirar o prego.

Cauan Araújo Conceição, 3, morreu depois de passar um ano com um prego no pulmão

Família diz ter levado a criança várias vezes a uma unidade municipal de saúde de Canavieiras, no sul do estado da Bahia, e diz que nenhum exame foi pedido. Objeto perfurou os pulmões do menino. Prefeitura investiga o caso.

Um garoto de 3 anos, natural da cidade de Canavieiras, no sul da Bahia, morreu após passar um ano com um prego no pulmão. Os pais dizem ter levado a criança ao hospital várias vezes, mas só descobriram o material no corpo do menino quando resolveram fazer um exame por conta própria. Depois disso, o garoto chegou a ser transferido para Salvador e ao passar por cirurgia, não resistiu.

No laudo médico, a causa da morte de Cauan Araújo Conceição, que teve os dois pulmões perfurados pelo objeto, foi identificada como broncopneumonia.

Os pais dele, no entanto, acreditam que o filho morreu vítima da negligência nos atendimentos médicos no Hospital Municipal de Canavieiras - BA

O casal Clarice Araújo e Cosme Conceição relata que, em junho de 2021, percebeu que o filho teria engolido um objeto que não foi identificado. O pai, então, levou a criança até o Hospital Municipal de Canavieiras.

Jornal TV

jornal.tv

Jornal WhatsApp

jornalwhatsapp.com

11 99923-2580

brasil@jornal.net.br

redação

BRASIL


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo